po(e)st(ma)s

nada de mais. por mais pretensioso que isso possa parecer...

29.11.06

“clic”

lenta,

a língua traça
o torpor da noite

percorre
silêncios e linhas
na ponta dos sentidos

saliva afiada
que revela o ácido
dos contornos

e o tépido
dos escuros
no hálito
do corpo

prelúdio úmido
de um eterno
quase

quando a língua
acende
e a luz não falha

2 Comments:

  • At 3:12 PM, Blogger Nine said…

    conrado, meu amigo, tu tá ficando cada vez mais muito melhor de bom.
    beijo

     
  • At 11:18 AM, Blogger Thiago Florencio said…

    muito bom, um clic nos sentidos. Adorei!

    Abçs

    THiago

     

Postar um comentário

<< Home