po(e)st(ma)s

nada de mais. por mais pretensioso que isso possa parecer...

23.3.06

“casulo”

virado pra mim
era que eu olhava
o mundo

e escrevia
por dentro
dos meus olhos

o que achava
que era
certo
sem ver
pra saber

até o lápis
furar a tela

e tudo
se desnovelar
em verdade

tudo esquisito
e novo
e mesmo:

quando
me mostrei
ninguém
viu

1 Comments:

  • At 9:58 PM, Anonymous Anônimo said…

    "quando
    me mostrei
    ninguém
    viu"

    Ei!
    Eu posso ser bem pequenina, quase imperceptível, mas eu te vi, viu?

    eu

     

Postar um comentário

<< Home