po(e)st(ma)s

nada de mais. por mais pretensioso que isso possa parecer...

14.3.06

“artesanato”

(hoje, assim como todos os outros dias, é dia da poesia)


linha por linha
tranço
tramas
que não vão
dar em lugar
nenhum
além das
minhas mãos

o destino
não precisa
ser outro
e não poderia
ser melhor

dedos são
hábeis
tradutores
dos meus
de dentro

e não há
como fugir
dos riscos
do papel
pautado

só andando
por cima
da corda bamba
de cada linha

2 Comments:

  • At 11:15 PM, Blogger Roberta Maropo said…

    pois eh... É como um peça de tapeçaria... do lado de dentro eh tudo confuso... desconectado...mas quando viramos, tudo parece ter sentido! :D

     
  • At 2:59 PM, Blogger Sweet said…

    É mesmo, foi dia nacional da poesia...

     

Postar um comentário

<< Home